OAB sedia debate sobre escravidão e nazismo no Brasil

 

A Comissão de Igualdade Racial promove no dia 22 de maio a exibição do documentário “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil”, dirigido por Belisário Franca, seguido de um debate sobre escravidão e nazismo no Brasil. O evento tem início às 18h30, na sede da OAB Paraná. As inscrições são gratuitas e estão abertas no site da seccional.

O documentário é fruto de investigações do historiador Sidney Aguilar sobre tijolos marcados com a suástica nazista encontrados no interior do Brasil. Ao iniciar a pesquisa, ele descobriu que os artefatos revelavam a história de 50 meninos órfãos e negros, que trabalharam durante anos em situação análoga à escravidão na fazenda do interior de São Paulo. O filme traz relatos de Aloizio Silva, o menino 23, que sobreviveu para contar a história.

Participam dos debates o presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha; o presidente da Comissão Nacional da Verdade da Escravidão Negra no Brasil, Humberto Adami; a ministra dos Direitos Humanos Lusilinda Dias de Valois Santos; a presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB Paraná, Silvana Cristina Niemczewski; a promotora de Justiça Mariana Bazzo; a professora do Departamento de História da UFPR Joseli Maria Nunes Mendonça; o coordenador de Educação das Relações da Diversidade Étnico Raciais, Edna Aparecida Coqueiro; e o presidente do Conselho Municipal de Políticas Étnico Racial de Curitiba, Denis Laurindo.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Desenvolvido por ledz.com.br