De forma inédita, compromisso de novos advogados é conduzido exclusivamente por advogadas e advogados negros

 

Em acontecimento inédito na OAB Paraná, o compromisso coletivo de dez novos advogados ocorrido na manhã desta terça-feira (17/11) teve a mesa composta exclusivamente por advogados e advogadas negros, marcando a antecipação das celebrações de 20 de novembro, dia consciência negra. Os trabalhos foram presididos pela advogada Silvana Niemczweski, secretária-geral adjunta da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR). A saudação aos novos colegas foi feita por Fernanda Valério, secretária da Comissão de Direito Previdenciário da OAB Paraná. Também estiveram na mesa Andreia Vitor, presidente da Comissão de Igualde Racial; Nei Luiz Moreira Freitas, presidente da Comissão da Verdade da Escravidão Negra da seccional; e André Luiz Nunes da Silva, membro consultor da Comissão da Verdade e membro da 5ª Turma do Tribunal de Ética e Disciplina (TED) da seccional.

Após a execução do hino nacional, o juramento foi feito pelo compromissando Rafael Ferreira Tschoke. Em seguida, Nunes da Silva nominou um a um os novos advogados:

Antonella Astuti

Heitor Bueno Novelli

Jessyka Maryelle Martins Ferreira

Lethicia Cristina Sartori Gaertner

Letícia Nunes Maciel Costa

Paulo Henrique Guimarães Passini Nogueira

Pedro Henrique Brito Santos

Rafael Ferreira Tschoke

Ubirajara Carlos Mendes

Vitória Antunes Fontes

Dois novos advogados foram convidados a manifestar-se em nome do grupo. Letícia Nunes Maciel Costa, a primeira a discursar, mencionou a importância do momento “Desejo a todos os colegas uma trajetória brilhante. Que possamos ser respeitados”, declarou. Pedro Henrique Brito Santos também desejou que o ciclo profissional que começa seja marcado pelo respeito. “Que nossos clientes possam entender que a advocacia não é apenas uma profissão, mas uma missão de amor”, disse.

Mensagens

Andreia Vitor lembrou aos presentes que o aprendizado do advogado é contínuo e que a Escola Superior de Advocacia (ESA) existe para apoiar a classe nessa tarefa de atualização permanente. “Além do aprimoramento, a ESA também se preocupa com a advocacia iniciante, organizando cursos voltados especificamente para esses profissionais”, disse.

Os benefícios da CAA-PR foram apresentados aos novos advogados por Freitas. “A Caixa desenvolve suas atividades com base no tripé saúde, previdência e assistência”, destacou. Ele também augurou que verdade e justiça sejam o norte na vida profissional dos jovens advogados.

“Hoje é um bom dia para se tornar advogado. Um dia histórico. A cor presente nessa mesa é história”, ressaltou Fernanda Valério. “É difícil fazer esse discurso porque já não sou jovem advogada e porque me cabe dizer a vocês que a realidade da advocacia não é a que se vê nas séries de TV. A cada dia que passa maiores são as competências exigidas aos advogados em sua profissão. Saibam que não devem ser apenas os valores monetários a orientar a carreira; mas os valores morais e éticos. Nos cabe promover a justiça e zelar por tudo o que hoje juraram defender. Há também a obrigação de defender a classe. Não tratamos os colegas como inimigos, mas com urbanidade e respeito. Para isso temos de conhecer as nossas prerrogativas e o código de ética e disciplina”, completou a advogada.

Fernanda concluiu sua mensagem com um apelo ao estudo e à proatividade, lembrando que o advogado de excelência não se acostuma com o não. “Cito aqui as palavras de Salomão, presentes no Eclesiastes: ´Tudo o que sua mão encontrar para fazer, faça com todo o coração´.”

Antes do encerramento da cerimônia, a presidente da mesa, Silvana Niemczweski, citou que o 20 de novembro é uma data para relembrar Zumbi dos Palmares. “Novembro é um mês de referência para o enfrentamento do racismo institucional que persiste entre nós, não só no Brasil, mas no mundo todo. Vamos perdoar, vamos respeitar as diferenças. Neste mês também celebramos 90 anos da OAB. Olhem nossa galeria e vejam: aqui no Paraná, o primeiro presidente desta casa foi negro: Pamphilo d´Assumpção. Temos de saber mais da nossa história. Estamos na casa da democracia, onde respeitamos sobretudo a dignidade da pessoa humana”, frisou.

 

 

 

Postado em: Destaque, Notícias | Tags: Sem tags

Desenvolvido por ledz.com.br