OAB pede à Secretaria da Segurança Pública rigor nas investigações do assassinato do advogado Ricardo Ferreira Damião Junior  

 

A OAB Paraná pediu ao secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Júlio Reis, rigor e agilidade na apuração do assassinato do advogado e professor de Direito, Ricardo Ferreira Damião Junior. O pleito foi levado pessoalmente nesta quarta-feira (28) pelo presidente da seccional, José Augusto Araújo de Noronha, e pela presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas Profissionais Priscilla Placha Sá, designada pela OAB para acompanhar as investigações.

“A OAB Paraná não descansará enquanto não elucidar as reais circunstâncias deste caso e a identificação dos culpados desse bárbaro crime contra o advogado Ricardo Ferreira Damião Junior”, pontuou Noronha. Além de Priscilla Placha Sá, a OAB nomeou o advogado Eliel Ramos, diretor da OAB Medianeira, para acompanhar o caso.

O secretário da Segurança Pública afirmou que o caso terá absoluta prioridade. “É inaceitável qualquer ataque a um profissional no exercício de sua função. Ainda não temos a convicção de o crime foi em razão da função de advogado, mas independente do motivo é tratado com absoluta prioridade na Secretaria da Segurança. Assim que tivermos notícias mais avançadas estaremos comunicando a OAB”, garantiu Júlio Reis.

O advogado Ricardo Ferreira Damião Jr, 50 anos, e seu filho foram alvejados com 11 tiros na noite de terça-feira (27/3), na cidade de Medianeira, quando deixavam a União Dinâmica de Faculdades das Cataratas. Os tiros foram disparados de um veículo branco. Damião  passou por cirurgias, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. Saiba mais.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Desenvolvido por ledz.com.br