Acessibilidade é a regra na OAB Paraná

 

Uma rampa de acesso construída dentro dos padrões da Associação Brasileira de Normas Técnicas acaba de ser inaugurada no auditório da OAB Paraná. O acesso permite aos cadeirantes e às demais pessoas com dificuldade de mobilidade participar das solenidades tanto na plateia quanto no palco. Sua construção levou em conta a inclinação, o desnível e o comprimento de cada segmento, além da instalação de corrimãos.

Uma passagem sem desníveis dá acesso direto ao auditório para quem chega ao estacionamento e utiliza as vagas reservadas para cadeirantes e gestantes.

“A Constituição de 1988 ampliou o conceito de cidadania, permitindo o surgimento de instituições e instrumentos jurídicos, como a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Na OAB, lutamos todos os dias por Justiça e inclusão. Garantir que a Justiça esteja ao alcance de todos os cidadãos é gesto nobre para construir o Brasil que sonhamos. Faremos com que o evento chegue a todos os locais, atingindo quem precisa de voz e de luz. Não iremos construir país justo e solidário sem a luta da causa da inclusão”, afirma o presidente da OAB Paraná, José Augusto Araújo de Noronha.

A presidente da Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB Paraná, Berenice Lessa, explica que o prédio da OAB hoje pode ser considerado acessível devido aos aperfeiçoamentos que foram feitos. Ela lembra que, quando a construção foi feita ainda não havia legislação que exigisse os prédios fossem acessíveis para pessoas com deficiência e, ao longo dos anos, o projeto vem sendo aperfeiçoado. “Através do nosso trabalho contínuo, estamos maximizando a acessibilidade na OAB Paraná”, comemora Berenice.

Informação

Na Biblioteca, localizada no piso térreo da seccional, outra mudança: a mesa de uso compartilhado foi substituída por um modelo mais estreito e comprido, o que permite a livre circulação dos cadeirantes. A Biblioteca da sede Senador Accioly Filho, no Ahu, dispõe de 87 obras sobre acessibilidade, sendo 49 em braile e letras garrafais e 38 em multimídia. Também estão à disposição dos advogados 238 audiolivros de temas jurídicos e afins e ainda quatro exemplares do Código de Ética em Braile.

Outro recurso à disposição da advocacia é o scanner com leitor de voz. Por meio deles, qualquer material impresso é convertido em voz para ser ouvido pelo usuário. Nos corredores dos três andares, bebedouros rebaixados permitem o fácil acesso a todas as pessoas.

Avanços

Preocupada em seguir com os avanços, a diretoria da OAB Paraná encomendou aos engenheiros Ricardo Tempel Mesquita e Ana Carmem de Oliveira um laudo técnico sobre medidas de melhoria na acessibilidade. A circulação nos banheiros e a calçada são dois dos pontos em análise pelos especialistas.

Postado em: Notícias | Tags: , , , ,

Desenvolvido por ledz.com.br