TJ-PR defere pleito da OAB e recomenda que magistrados consultem automaticamente cadastros de endereços de partes

 

Atendendo pleito da OAB Paraná, a Corregedoria-Geral de Justiça determinou a  emissão de normativo que autoriza a realização de consulta junto aos órgãos de buscas conveniados ao Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ-PR pelos magistrados quando não localizada uma parte ou testemunha.

Confira a íntegra:

 

Postado em: Destaque, Notícias | Tags: Sem tags

Desenvolvido por ledz.com.br