Cooperativa de crédito da advocacia começa a virar realidade

 

Começa neste mês de dezembro a estruturação da parceria entre OAB Paraná e o Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob), com o objetivo de disseminar o cooperativismo entre os advogados por meio de um atendimento personalizado que contemplará, entre outros benefícios, linhas especiais de crédito e de incentivos aos escritórios para aquisição de software e de equipamentos. A previsão é de que uma agência Sicoob Advocacia esteja funcionando na sede da OAB Paraná, no Ahú, em fevereiro de 2021. Ainda no primeiro semestre do ano que vem, outra agência deve ser inaugurada no centro de Curitiba.

O diálogo para o estabelecimento da parceria entre a seccional e o Sicoob ganhou corpo em agosto de 2019, em reunião entre a diretoria da seccional, a Comissão de Direito Bancário da OAB Paraná, presidida pelo advogado Luiz Fernando Dietrich, e gestores da Sicoob Advocacia de Santa Catarina, que apresentaram números atestando os benefícios da cooperativa para os advogados, baseados na experiência com a advocacia catarinense.

Em setembro deste ano a diretoria OAB Paraná instituiu um grupo de trabalho para estudar a criação de uma cooperativa de crédito para a advocacia paranaense. A assinatura do convênio foi anunciada pelo diretor-tesoureiro da seccional, Henrique Gaede, no dia 4 de dezembro, durante o painel que integrou o Colégio de Presidentes de Subseções do Paraná. Na visão de Gaede, “essa é uma semente para que no futuro a seccional possa contar com uma cooperativa dos advogados”.

“A ideia é que no Paraná a cooperativa possa estabelecer linhas de crédito com juros reduzidos, investimentos com melhor remuneração, programas de financiamento voltados para a jovem advocacia e outros benefícios, sempre com uma pontuação que ajude no pagamento da anuidade da Ordem”, destaca.

O convênio para a implementação da parceria foi assinado durante a sessão do Conselho Pleno, nesta sexta-feira (11/12), com a presença do diretor financeiro do Sicoob Advocacia Marco Sbrissia e o presidente do Conselho de Administração, Gaspar Laus.

Salto

“Somos 76 mil inscritos na OAB Paraná, um contingente que tem potencial para o cooperativismo. A cooperativa de crédito tem essa finalidade, de cooperar para reduzir taxas, melhorar as aplicações, reduzir tarifas e proporcionar um atendimento personalizado. Será um avanço, não tenho dúvidas, bastando ver as outras classes que já foram para o sistema cooperativo”, estima Cássio Telles, presidente da OAB Paraná.

Telles esclarece que os recursos aplicados não virão para o caixa da OAB. “Teremos uma gestão profissionalizada, independente e que não terá qualquer tipo de ingerência da gestão do conselho seccional. E estaremos dentro de uma grande cooperativa central. A cooperativa da advocacia integrará o sistema financeiro nacional e será fiscalizada pelo Banco Central. É um passo que queríamos dar havia algum tempo, e que agora começamos a concretizar. Na medida em que tivermos mais adesões, vamos avançando com agências no interior. Nossos colegas perceberão a diferença já no atendimento, que levará em conta as peculiaridades da advocacia. O convênio é um salto que capitalizará as vantagens de sermos uma classe profissional forte”, ressalta o presidente.

Para o membro consultor da Comissão de Direito Bancário, Emerson Fukushima, o convênio com o Sicoob é um marco histórico e representa mudança significativa do cooperativismo na advocacia. “Graças ao incansável trabalho do presidente Cássio Telles, do diretor tesoureiro Henrique Gaede e demais diretores da OAB Paraná, torna-se realidade um pleito antigo da advocacia paranaense, o acesso a serviços financeiros de forma personalizada, que atendam aos anseios dessa comunidade jurídica e seus familiares”, destaca Fukushima.

Postado em: Destaque, Notícias | Tags: , ,

Desenvolvido por ledz.com.br